fbpx
Novembro 29, 2022

Canal Balneário

Histórias do desporto na primeira pessoa, do futebol ao berlinde, do nacional ao distrital

Sporting leva a melhor e isola-se na Liga Placard

2 min read
Diogo Ventura Sporting

Fotografia de Paulo Calado

O Sporting bateu o FC Porto por 63-57, em casa, e isola-se na Liga Placard.

As duas equipas defrontaram-se na condição de invencíveis (10 jogos, 10 vitórias) mas só os Leões saíram do jogo nessa condição somando agora 22 pontos, mais 1 do que o FC Porto.

Os Dragões entraram bem no jogo estabelecendo logo uma diferença de 6 pontos (2-8) beneficiando de triplos madrugadores de Tanner McGrew. No entanto essa vantagem escapou-se por entre os dedos dos portistas de tal forma que pouco mais pontos fizeram no primeiro quarto e acabaram mesmo por terminar o período a perder por 15-11. A recuperação leonina em muito se deve aos lançamentos livres de John Fields.

No segundo quarto começara a notar-se a ausência no FC Porto de Max Landis e o Sporting construiu uma vantagem que chegou aos 10 pontos. O intervalo chegou com 27-19 para o Sporting.

Na segunda parte, o Porto volta a entrar forte como na primeira e chegou mesmo ao empate (37-37), muito por culpa da performance do reforço Jalen Riley. Foi por esta altura que, no Sporting, começou a “explodir” Diogo Ventura que ajuda em muito o Sporting a criar nova vantagem de 10 pontos no fim do 3º quarto (48-38).

No quarto final, o Sporting limitou-se a dar resposta a todas as tentativas portistas de encurtar a distância no marcador. Um Porto com um forte espírito combativo ainda conseguiu reduzir a diferença pontual a 3 nos minutos finais, mas Diogo Ventura fechou as contas com mais um triplo.

A nível individual destaca-se no Sporting Diogo Ventura, como já referimos. Fez 24 pontos, 4 ressaltos e 3 assistências.

No Porto, o destaque vai para o recém-chegado Jalen Riley que fez 22 pontos e 3 assistências. Chegou para substituir Max Landis e, por este jogo, promete fazê-lo bem.

Facebook Comments

error

Subscreva as nossas plataformas sociais